Dieta da Indonésia, tudo que você precisa saber

A dieta da Indonésia é uma excelente alternativa para quem precisa perder peso, pois, além de acelerar o metabolismo.

Contribui para o bom funcionamento do intestino e a eliminação de líquido em excesso no organismo.

Mesmo diante de tantas opções de dietas disponíveis, o referido protocolo tem sido o mais procurado nos últimos tempos por quem deseja eliminar aqueles quilinhos extras.

Isso porque, foi a técnica utilizada para o processo de emagrecimento do “menino mais pesado do mundo”, que teve uma perda de 100 kg.

De acordo com os pais de Arya Permana, já aos 5 anos o menino apresentava sinais de obesidade.

Aos 10 anos de idade e pesando 192 kg, peso 6 vezes maior que o das crianças de sua idade, além de fazer a dieta da Indonésia, o garoto foi submetido a uma cirurgia bariátrica.

Confira!

Como funciona a dieta da Indonésia?

O princípio da dieta da Indonésia é proporcionar à pessoa uma alimentação rica em cereais, vegetais frescos, frutas, soja, peixes e frutos do mar.

Portanto, com alto teor de gorduras e proteínas, e menor taxa de carboidratos, pode apresentar semelhanças com a dieta low carb.

Conforme dito anteriormente, esse tipo de dieta auxilia no bom funcionamento do intestino, na eliminação do excesso de líquido e na aceleração do metabolismo, que são fatores essenciais para a perda de peso.

O grande diferencial da dieta da Indonésia, é o uso de especiarias que são utilizadas em sua culinária, que não apenas deixa o sabor dos alimentos extraordinário, como também tem alto poder curativo.

Vale ressaltar ainda que tais especiarias são muito ricas em vitaminas e proteínas, que são fundamentais para que uma pessoa tenha uma vida mais saudável.

Assim sendo, para quem deseja dar início a essa dieta para perda de peso, deve ter em mente que não se trata de um simples cardápio, mas uma forma de vida saudável:

  • Comer uma boa variedade de alimentos;
  • Aumentar o consumo de frutas e vegetais;
  • Dar preferência aos alimentos ricos em proteínas, vegetal ou animal;
  • Beber muita água;
  • Não pular o café da manhã;
  • Ler minuciosamente os rótulos dos alimentos.

Por fim, para que a dieta da Indonésia ofereça os resultados esperados, é importante que os alimentos ricos em açúcar, conservantes, gordura e sódio, fiquem de fora da sua rotina alimentar.

Ademais, a prática de atividade física vai ajudar não apenas que você perda peso, mas também o mantenha.

Mitos e verdades sobre a dieta da Indonésia

Devido à sua repercussão na internet, a dieta da Indonésia ainda está cercada de dúvidas, que serão respondidas agora.

A dieta da Indonésia ajuda a emagrecer?

Verdade. Por ser rica em alimentos saudáveis como frutas, leguminosas, vegetais e fontes de probiótico, essa dieta tem um importante papel na perda de peso.

Entretanto, assim como qualquer outro protocolo de emagrecimento, é recomendável que o paciente busque apoio nutricional para que os resultados sejam satisfatórios.

Durante a dieta da Indonésia o consumo de água é proibido?

Mito. Em todo e qualquer tipo de dieta o consumo de água é um grande aliado, seja para eliminar as toxinas ou como fonte de hidratação do corpo.

Além da água pura, a ingestão de chás e café está liberado, desde que não estejam adoçados e que sejam consumidos nos intervalos das principais refeições.

A dieta da Indonésia é vegana?

Mito. Tendo em vista que o consumo de peixes, frutos do mar e demais alimentos ricos em vitamina D e cálcio, fazem parte dessa dieta, não é possível dizer que a mesma é vegana.

Conclusão

De fato, a dieta da Indonésia está relacionada a uma mudança de hábitos alimentares e se a pessoa consegue aderir a esse protocolo, certamente terá bons resultados.

Mas é preciso destacar que toda dieta deve ser acompanhada por um profissional, que pode ser um nutricionista ou endocrinologista.

Visto que possuem a qualificação necessária para definir, com base nas peculiaridades de cada paciente, quais as melhores estratégias a serem adotadas para que a perda de peso seja

alcançada.

A menos que a pessoa apresente alguma intolerância à pimenta, ou especiarias termogênicas como o gengibre e a canela, tão comuns na culinária Indonésia.

Essa dieta pode ser realizada pela maioria das pessoas, mas, lembrando sempre da necessidade de contar com o acompanhamento médico.

Dieta da Indonésia