Magnésio malato ou dimalato, qual o melhor?

Você sabe o que é magnésio malato ou dimalato? E será que os dois são a mesma coisa, ou existem diferenças entre eles?

O magnésio é um mineral essencial ao corpo humano. Ou seja, é um daqueles nutrientes que nosso corpo precisa, mas que não produz em sua totalidade.

Suas funções estão ligadas principalmente ao metabolismo da glicose e a produção de energia. Devido a isso, o magnésio é parte de diferentes suplementos alimentares.

No entanto, a fórmula do magnésio nem sempre é a mesma, o que resulta em diferenças importantes absorção e atuação desse nutriente pelo corpo.

No artigo de hoje vamos conhecer melhor o magnésio malato ou dimalato, duas das principais formulas utilizadas.

O que é magnésio malato ou dimalato?

O que é magnésio malato ou dimalato são duas substâncias diferentes, mas que derivam do magnésio. Esse, por sua vez, é um dos sais minerais mais abundantes do corpo humano.

Apesar de serem diferentes, ambos têm uma característica importante em comum: fazendo parte dos compostos magnésios quelados.

As fórmulas queladas apresentam o magnésio ligado a outras moléculas orgânicas, para proteger o nutriente. E com isso melhorar a sua eficiência.

No caso do caso Magnésio Malato se liga a uma única molécula de ácido málico. Enquanto que o magnésio Dimalato seja liga a duas dessas moléculas.

Essa ligação química entre o magnésio e o ácido málico tem efeitos positivos na absorção do magnésio pelo organismo. Logo, os compostos quelados são uma das melhores formas de consumir esse nutriente como suplemento.

Para que serve o magnésio malato ou dimalato?

O ácido málico é uma substância natural e orgânica, que se encontra em frutas como pêra e maçã. Portanto, o magnésio malato ou dimalato por estarem ligados a essa substância servem principalmente para energizar o organismo.

Afinal, o magnésio quelado atinge a corrente sanguínea muito mais rápido. Então, o nutriente consegue chegar as células para realizar suas funções com maior eficiência.

Contudo, há algumas pequenas diferentes nos efeitos e indicações do magnésio malato e do magnésio dimalato.

Efeitos do Magnésio malato

Ótima indicação para atletas, pois as suas propriedades ajudam a:

  • Diminuir a dor muscular;
  • Melhora a coordenação motora;
  • Aumenta as capacidades cognitivas.

O magnésio malato também é utilizado no tratamento de fibromialgia e também da fadiga crônica.

Como beneficio adicional, vale mencionar que o malato não causa nenhum incomodo estomacal, já que não reage aos ácidos gástricos do estômago.

Efeitos do magnésio dimalato

Já o magnésio dimalato tem efeitos benefícios sobre a saúde da pele. E também ajuda a desintoxicar o organismo da presença de metais como o alumínio.

Isso porque, o dimalato tem efeito quelante que desativa íons metálicos no organismo.

Outros efeitos do magnésio dimalato incluem diminuir a ansiedade e combater bactérias orais.

Benefícios do magnésio

Vale lembrar que seja magnésio malato ou dimalato, ao consumir esse nutriente você terá outros benefícios importantes que o magnésio em si traz. Isso inclui:

  • Efeito antioxidante;
  • Melhora da função cardíaca;
  • Auxilio no equilíbrio da pressão arterial;
  • Combate a osteoporose;
  • Efeito revitalizante;
  • Ajuda a dormir melhor.

Por todos esses motivos não é difícil encontrar o magnésio como suplemento. Porém, lembre-se que suplementos alimentares são um complemento a alimentação.

Ou seja, não devem ser usados como medicamentos. Além disso, em caso de dúvidas o mais recomendado é consultar um médico ou nutricionista para orientação.

Conclusão sobre magnésio malato ou dimalato

Complementar a dieta com magnésio é muito comum. Pois, nem todas pessoas conseguem obter todo o todo magnésio que precisam apenas da alimentação.

Como podemos ver, não existe um vencedor entre o magnésio malato ou dimalato, já que tudo depende dos seus objetivos ao suplementar esse nutriente.

Curtiu as dicas? Você já usou magnésio? Deixe seu comentário!

Magnésio malato ou dimalato