Dores musculares e lesões esportivas, entenda como o CBD pode ajudar no esporte

As dores musculares, de forma mais branda ou intensa, estão entre os principais problemas que atletas das mais diversas modalidades relatam.

Isso porque elas podem não apenas causar desconforto como indicar lesões esportivas de maior gravidade. Mas seria possível aliviar essas dores com o uso terapêutico do canabidiol? 

De que forma fazer o uso correto e quais seriam as vantagens? Há comprovação científica no uso do CBD para dores musculares?

É o que iremos saber no artigo a seguir. Acompanhe conosco e boa leitura!

O que pode causar dores musculares?

Primeiramente, é importante considerar que as dores musculares possuem diversas causas. E quando falamos em lesões esportivas, em geral, elas são apenas potencializadas pelo ritmo mais intenso de exercícios. 

Os principais casos de dores musculares estão relacionados a:

  • Entorse: tipo de lesão que ocorre quando um movimento anormal nas articulações sofrem determinado trauma. Ou seja, ela se relaciona com o popularmente conhecido como mau jeito no joelho, punho ou tornozelo. Também é conhecida como torção.
  • Contusão: neste caso, pode-se caracterizar como contusão quando acontece uma pancada ou batida mais forte. Ela costuma gerar vermelhidão ou roxidão no local além de inchaço na área afetada.
  • Luxação: Seria o equivalente a uma parte do corpo se desencaixar do lugar. Em outras palavras, a luxação é um problema que provoca uma separação entre os ossos e faz com o que o membro fique fora da sua posição adequada.
  • Fratura: sendo uma das mais graves lesões, a fratura se caracteriza pela quebra de um osso, onde ele pode ou não sair do lugar.

Dores musculares e lesões esportivas

As dores musculares causadas por lesões esportivas podem apresentar diferentes níveis de intensidade, de acordo com o tipo de acidente ou lesão. Além disso, ela costuma ser sentida de maneira mais forte após a atividade física em si, quando o corpo “esfria”.

No caso de práticas esportivas, elas podem reduzir a qualidade dos treinos, comprometer a eficiência do praticante e até mesmo tirá-lo de campeonatos ou torneios.

Qual é a principal causa de lesões esportivas?

Quando falamos em lesões esportivas e dores musculares, existem diversos motivos que podem causá-las ou agravá-las. 

Contudo, é possível resumir todos os fatores no uso inadequado ou em alta intensidade dos músculos de determinada parte do corpo. Isso porque as dores musculares sempre são localizadas e podem, em casos extremos, associarem-se à sobrecarga muscular e a danos articulares.

Em resumo, as dores musculares podem ser resultantes tanto das causas relacionadas acima como do excesso de treinos na prática esportiva. As áreas do corpo mais suscetíveis às lesões são os ombros, as costas e o pescoço.

Em casos menos complexos, as dores musculares podem aparecer por mau uso de equipamentos esportivos, pela qualidade dos acessórios utilizados ou pelo esforço incorreto em determinada prática. Entretanto, mesmo podendo acontecer a qualquer pessoa, há cuidados para minimizar riscos ou tratar as dores musculares.

Como devemos tratar as lesões esportivas?

Tratar dores musculares causadas por lesões esportivas requer atenção. Isso porque há medidas de como aplicar compressas de gelo e frequentemente é necessário o uso de anti-inflamatórios e analgésicos. Ressaltamos que o ideal é sempre buscar um profissional de saúde para orientação e prescrição do tratamento adequado para a lesão.

Como relaxar os músculos naturalmente?

Além da aplicação de gelo, existem outras técnicas que podem auxiliar no relaxamento dos músculos e, consequentemente, reduzir as dores musculares de lesões esportivas. São elas:

  • Alternância entre frio e calor na área com lesão: nos dois primeiros dias após a lesão, aplicar gelo de 3 a 4 vezes por dia pode ajudar. Após isso, compressas quentes são mais eficientes.
  • Massagem com óleos essenciais: Alecrim, hortelã-pimenta e erva-de-são-joão possuem propriedades comprovadas no estímulo da circulação e como analgésicos naturais.
  • Alongamento e descanso: Descansar é essencial, a fim de que as dores musculares se tornem menos intensas. Porém, após a dor e o inchaço ficarem menores, é possível movimentar suavemente a área para evitar a rigidez do local.

CBD no esporte

Após conhecer mais sobre dores musculares e lesões esportivas, é preciso desmistificar o uso do canabidiol (CBD) para estes problemas. O CBD possui propriedades antiinflamatória, analgésicas, e miorelaxantes.

A aplicação do CBD para o tratamento destes sintomas tem sido constantemente noticiado, como no caso do ator William Shatner, o Capitão Kirk de Guerra nas Estrelas, que afirmou utilizar derivados canabinoides para aliviar um quadro de dor e inflamação nas articulações. 

Aliás, o assunto é tão complexo e amplo que existe disponível um curso de cannabis medicinal, exclusivo para profissionais da área de saúde, com a finalidade de capacitar e demonstrar avanços nas práticas terapêuticas que envolvem a cannabis.

E se falamos de cannabis, o primeiro ponto que é preciso entender diz respeito ao canabidiol, ou simplesmente, CBD.  Desde a última legislação da Agência Mundial Antidoping (Wada), o uso do CBD não caracteriza mais doping e, inclusive, passou a ser utilizado por atletas de alta performance para o combate de dores musculares.

Para tal, basta que o produto administrado com canabidiol não tenha mais do que 0,3% de THC, outra substância encontrada na cannabis e de efeito psicoestimulante.

lesões esportivas

Como o CBD atua nas dores musculares

A interação do CBD com o sistema endocannabinoide estimula diversos receptores no organismo, agindo positivamente no manejo da dor e inflamação após uma lesão muscular. 

O CBD também possui a capacidade de aliviar o estresse muscular após um treino de alta intensidade, reduzindo as dores pós-treino e melhorando a performance do atetla. O uso de um produto de óleo de CBD pode ter efeitos no controle da dor, enquanto o CBD como loção para ser aplicado no local, produzindo efeitos antiinflamatórios. 

Além disso, o CBD também auxilia na ansiedade, humor e no ciclo sono-vigilia impactando positivamente em menor tensão muscular.

Dores musculares